Tecnologia

Santa Catarina recebe chefes de Polícia Civil de todo o país para debater inteligência e tecnologia

Na solenidade de abertura do 2º Encontro Nacional de Tecnologia e Inteligência para Líderes e Gestores da Polícia Civil, evento que ocorre até a próxima quinta-feira, 14, em Florianópolis, o delegado-geral da PCSC, Ulisses Gabriel, apresentou as ações e os bons resultados que a instituição vem obtendo ao longo dos oito primeiros meses do ano. O encontro é uma realização do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) e reúne cerca de 80 pessoas entre delegados, diretores de inteligência e de tecnologia que atuam nas polícias civis de todo o país.

O delegado-geral destacou que a Polícia Civil vem registrando diminuição no número de homicídios (queda de 1,79%), latrocínios (75%) e estelionatos (10,4%). “Em relação a estelionatos tivemos um aumento de 44% entre os anos de 2021 e 2022. Com a instalação das delegacias de estelionato e o reforço na Delegacia de Defraudações da DEIC, esse número caiu para 10,7%”. Ulisses Gabriel assinalou que a Polícia Civil faz prisões qualificadas, por meio de mandados de prisão concedidos pelo Judiciário, a partir de inquéritos robustos. “Desta forma enseja índices que reduzem a criminalidade”, disse.

PC Por Elas

Ulisses Gabriel destacou ainda que a Polícia Civil do Estado tem um amplo programa de proteção às mulheres e às crianças. O PC Por Elas – ação da Coordenadoria das DPCAMIs – atua em diversas frentes com palestras, rodas de conversa, acolhimento das vítimas de violência doméstica. “Além das delegacias especializadas temos as salas de acolhimento e as Salas Lilás, áreas especiais nas Centrais de Plantão de Polícia, destinadas ao atendimento de vítimas de violência doméstica”. Importante ressaltar que as crianças e adolescentes também recebem atenção especial com o Programa Minha Voz Tem Vez que se subdivide em Proteja uma Criança e Conhecer para se proteger.

Representando o governador Jorginho Mello, o secretário da Segurança Pública, Paulo Cezar Ramos de Oliveira, ressaltou a importância do uso da tecnologia no combate à criminalidade e da integração e da troca de experiências entre as instituições.

O encontro

O presidente do CONCPC, Roberto Gurgel de Oliveira Filho, chefe de Polícia do Mato Grosso do Sul disse que o encontro permite a troca de experiência sobre temas envolvendo tecnologia com destaque para crimes cibernéticos, redes de proteção nas escolas, formação de rede tecnológica das polícias civis, entre outros assuntos pertinentes à segurança pública.

Após a solenidade de abertura o secretário Nacional de Segurança Pública, Francisco Tadeu de Alencar falou sobre “Os desafios da Senasp para estruturar as Polícias Civis do País”. Em seguida, o diretor de Inteligência e Operações de Segurança Pública, Romano Costa, abordou A Inteligência e as Operações de Polícia Judiciária.

A programação do 2º Encontro de Gestores na Polícia Civil prossegue até a próxima quinta-feira com grupos de trabalho e discussões temáticas para delegados, diretores de inteligência e Gestores de TI.

O 2ª Encontro de Gestores na Polícia Civil contou o apoio do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC), e da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina (PCSC).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo